Check-up Ocular do Diabético conta com equipamento de última geração

A Bahia, definitivamente, entrou no circuito dos estados que dispõem de tecnologias cada vez mais avançadas no tratamento de doenças oculares. Isso porque a população já pode contar com equipamentos avançados para diagnóstico da retinopatia diabética, doença causada pelo diabetes e que afeta os pequenos vasos sanguíneos da retina. Por ano, em todo Brasil, cerca de 150 mil casos são notificados.

Um destes novos equipamentos, chamado Optos California, foi adquirido pela Clínica André Príncipe, e já está disponível para utilização de pacientes que possuem diabetes e desejam realizar uma avaliação preventiva da doença: o Check-up Ocular do Diabético. Através deste serviço, criado recentemente pela clínica, as pessoas poderão ter, entre 30 e 60 minutos, no máximo, um panorama da saúde dos olhos, com uma análise detalhada da Retina. O exame pode ser realizado com ou sem contraste.

No dia do check-up, serão feitos três procedimentos: o primeiro é realizado no California, que mostra 200ֺ° da retina, sem dilatação da pupila. O exame consegue visualizar mais de 80% da retina, diferentemente dos demais equipamentos existentes no mercado de saúde, que somente examinam a parte central. Depois do registro panorâmico, a pessoa é encaminhada para realizar a tomografia de coerência óptica, “Swept Source”, que examina detalhadamente a parte central da retina. A angiografia, que finaliza o check -up, pode ser realizada pelo Optos California, com contraste oral ou venoso, ou pela tomografia, sem a necessidade de contraste.

Além dos benefícios preventivos, o equipamento também traz comodidade aos pacientes, já que o resultado é entregue após a realização do exame. O check-up pode ser feito na clínica, por pacientes já diagnosticados com diabetes, através de agendamento por telefone ou whatsapp.

Diagnóstico precoce

Esses exames devem ser realizados pelos diabéticos, anualmente, ou mais frequentemente, a depender do caso clínico apresentado pelo paciente. Por isso, a importância das pessoas, diagnosticadas com diabetes, realizarem consultas regulares com o oftalmologista, bem antes de começarem a aparecer os primeiros sintomas, que são: borrões, pontos escuros na visão e dificuldade de distinguir cores. Protelar a ida ao especialista pode ter efeitos dramáticos, pois o paciente pode perder a visão em definitivo. Porém, se a retinopatia diabética for diagnosticada de forma precoce, é possível controlar a doença.